Mensagem de Padre Auricélio Paulino. Missa na Catedral da Conceição. Bênção no dia 03 de setembro de 2013. Despedida de Pe. Edilberto e entrada de Pe. Auricélio na direção.

Querido Dom Flávio, Pe. Edilberto Sena, companheiros presbíteros aqui presente, servidores e funcionários da Radio Rural, paroquianos de Belterra, meus familiares, amigos, amigas, irmãos e irmãs…

O Rádio! O que é o Rádio? Tudo começou em 1863 quando, em Cambridge – Inglaterra, James Clerck Maxwell demonstrou teoricamente a provável existência das ondas eletromagnéticas. O princípio da propagação radiofônica veio mesmo em 1887, através de Hertz. Este alemão fez saltar faíscas através do ar que separavam duas bolas de cobre. Em 1893 o brasileiro, Padre Roberto Landell de Moura, fez a primeira transmissão de palavra falada, sem fios, através de ondas eletromagnéticas. Todavia, o primeiro mundo reconhece o italiano Marconi como o “descobridor do rádio”. Na realidade Marconi, realizou em 1895 testes de transmissão de sinais sem fio, pois descobriu o princípio do funcionamento da antena e assim patenteou a invenção do rádio, enquanto Landell só conseguiria obter para si a patente no ano de 1900. No Brasil a primeira transmissão radiofônica oficial, foi o discurso do Presidente Epitácio Pessoa, no Rio de Janeiro, em plena comemoração do centenário da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro de 1922.

O Rádio então chegou a Santarém… A Rádio Emissora de Educação Rural de Santarém Ltda, denominada de Rádio Rural de Santarém, foi inaugurada no dia 05 de julho de 1964, hoje com 49 anos, a pioneira na região. Em 2014 vamos celebrar com muito festa o jubileu de Ouro: 50 anos bem vividos.

Hoje, eu recebo, das mãos de Dom Flávio e de nossa diocese a missão de coordenar e dirigir a vida de um dos meios de comunicação de massa, considerado o mais popular e o de maior alcance do público: o Rádio. A Rádio Rural, criada no coração de Dom Tiago, de saudosa memória, para educar e evangelizar. Recebo em memória de minha mãe e de meu pai, Maria e Francisco Paulino, que me ensinaram a ser ouvinte da Rádio desde criança na colônia de Santa Júlia em Mojuí dos Campos.

Pretendo, com a colaboração de todos que fazem a Rádio Rural, continuar o trabalho de Padre Edilberto, que agradeço com carinho os seus 12 anos e meio de dedicação e garra. E trabalhar para melhorar com eficácia e fazer grande este sonho e realidade de tantas pessoas que amam a Rádio.

Conclamo todos para dirigem comigo esta emissora, ouvintes, funcionários, colaboradores, sócios do clube do ouvinte, paróquias, padres, religiosos e religiosas, empresários cristãos e enfim, todos que ouvem a Rádio e que agora devem ouvir muito mais. Vamos nos inspirar no bom trabalho que tantos já fizeram como diretores da Rádio Rural: Frei Nestor, Frei Juvenal, Frei Roberto Miziko e outros tantos frades, e mais lembrança em minha memória Osmar Simões, Haroldo Sena, Eduardo dos Anjos, Padre Luiz Pinto e Padre Valdir Serra, entre outros…

A minha missão será a da Rádio: democratizar a comunicação radiofônica na Amazônia, para que a população regional possa adquirir consciência crítica e cidadã diante da vida pessoal, familiar e na sociedade. A minha visão é a visão da emissora: um mundo onde as pessoas sejam solidárias, lutem por dignidade sua e dos outros e que a vida esteja acima de qualquer outro valor terreno. E os valores que vou e vamos defender terão como base a ética na comunicação e nas relações humanas dentro e fora da emissora. Defenderemos uma educação à cidadania em todos os seus programas. A nossa Evangelização a partir de Jesus Cristo, caminho, verdade e vida, será sempre como a missão do Filho do Homem: libertadora de todo homem e do homem todo e a cima de tudo a minha e a nossa prioridade será o ouvinte.

Peço que Deus me dê o dom sabedoria para poder discernir entre o demônio e o santo, e trabalhar conforme nos diz o evangelho de hoje para expulsar todos os demônios que possam atrapalhar a Rádio Rural, para o bem de todos. E fazer dela um super canal de evangelização, informação e entretenimento.

Dom Flávio, com muita humildade aceito este desafio e conto com sua ajuda. Meus queridos padres amigos vamos fazer esta Rádio acima de tudo diocesana. Padre Edilberto, continue sendo amigo da Rádio Rural por onde andar e tenha uma boa viagem. Meus queridos servidores e funcionários vamos ser todos irmãos e fazer uma família forte com amor e dedicação para nossa rádio ficar no topo. Vamos fazer da Rádio uma igreja onde possam dizer, vejam como eles se amam, vejam como eles fazem uma rádio diferente. Nova programação e novos rumos, dependerão de todos nós. Meus irmãos e meus familiares conto com vocês e suas orações. E queridos donos de empresas, escolas, universidades, prefeituras, sindicatos, associações, movimentos sociais… Vamos divulgar e fazer muitas publicidades que promovam a vida na Rádio Rural.

Bem, lá eles inventaram o Rádio, aqui foi criada e inventada a Rádio Rural e agora vamos recriar e reinventar uma Rádio fiel aos seus princípios da criação, uma Rádio Igreja, uma Rádio Diocesana. Este é um bom caminho que devemos seguir. Que Deus nos abençoe e São José, seu patrono, nos ajude…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: