INFORMES DA PARÓQUIA

Paróquia Santo Antônio de Pádua: Comunidade de Comunidades. 60 anos Evangelizando.

Março de 2013

SEMANAS DE FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS

A Semana de Formação de Lideranças em Corpus Christi, de 17 a 23 de Fevereiro de 2013, recebeu dos 85 participantes a nota 10. Estavam presentes 22 comunidades das mini áreas 03 São Jorge e 04 Corpus Christi, da Paróquia Santo Antônio de Pádua, área 01 da região 04 da diocese de Santarém.

O tema e assunto central e principal foi a REVITALIZAÇÃO DA PASTORAL RURAL, a partir de quatro desafios da realidade: formação de lideranças, acompanhamento pastoral, conversão pessoal e pastoral e auto-sustento. Da Palavra de Deus se buscou luzes e do Documento de Aparecida orientações ao vigor da missão de evangelização dos discípulos missionários. O método empregado foi o VEJAC: Ver, Julgar, Agir e Celebrar. A coordenação desempenhou muito bem a sua função e a comunidade local acolheu de forma espetacular os líderes eclesiais presentes. Destacou-se a liturgia bem elaborada e variada, a alimentação saborosa e impecável, o conteúdo acessível e prático, o entrosamento e interação dos participantes, a elaboração do plano de pastoral 2013-2014 e a presença de Dom Flávio, bispo diocesano. Um sinal sempre presente foi o brilho da 6ª. Experiência Missionária realizada de 15 de dezembro de 2012 a 23 de janeiro de Janeiro de 2013 na paróquia.Na mesma cadência aconteceu a Semana da mini área 02 Tapajós, na comunidade de São Domingos, rio Tapajós de 02 a 08 de fevereiro, com 65 líderes e 11 comunidades presentes e a semana da mini área 01 Centro, de 28 de janeiro a 1º de fevereiro, na comunidade de Santa Luzia – Vila 129, com a participação de 80 líderes entre crianças, jovens e adultos das Comunidades Eclesiais de Base existente na cidade de Belterra.

A 6ª EXPERIÊNCIA MISSIONÁRIA 

A 6ª Experiência Missionária  aconteceu na Paróquia Santo Antônio de Pádua de 15 de dezembro de 2012 a 23 de janeiro de 2013, e reuniu 80 missionários entre, seminaristas, padres, religiosas e leigos da diocese de Santarém e da Prelazia do Xingu, no Pará, além de outros estados brasileiros como: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Pernambuco e Ceará. Esta ação missionária é promovida pela Diocese de Santarém e acontece no período quando os seminaristas estão de férias de seus estudos.

A Experiência iniciou com retiro, estudo e planejamento com Pe. Luis Mosconi e finalizou com passeio ciclístico, futebol, seresta, confraternização e retiro espiritual de avaliação com Pe. Edilberto Sena e a santa missa, que foi presidida por Dom Flavio na Igreja Matriz no dia 23 de janeiro às 19h00.

Os missionários iniciaram as visitas às famílias das 57 comunidades iniciando pela mini área do rio Tapajós, seguindo pela Rodovia BR 163 – a Santarém Cuiabá e finalizando nas comunidades Eclesiais de Base da cidade de Belterra.

A organização, a dedicação do reitor do Seminário São Pio X, Pe. Alaelson, a acolhida das comunidades e dos vigários Pe. Auricélio e Pe. Gonzaga, o empenho e o testemunho de cada missionário marcou o coração da experiência e do povo da paróquia da bela terra.

Neste ano a 6ª Experiência Missionária teve como lema: “Ele me ungiu para evangelizar os pobres” (Cf Lc 4,16). No sábado, dia 19 de janeiro, às 19e30 horas a Rádio Rural transmitiu a missa que foi celebrada na igreja matriz de Belterra. A primeira experiência aconteceu em 2007 na grande área do Santarenzinho na cidade de Santarém.

PLANEJAMENTO E REORGANIZAÇÃO DA PASTORAL

A paróquia Santo Antônio de Pádua está em fase de compilação do Plano de Pastoral 2013-2014 e de reorganização das lideranças das comunidades e das equipes de serviços para o desempenho das atividades ao biênio. O ano de 2013 foi declaro como ano Jubilar de celebração dos 60 anos de criação da Paróquia na terra das seringueiras. A semana de celebração será de 07 a 13 de abril deste. A paróquia foi criada no dia 16 de abril de 1953.

2º. CRISTOBEL EM BELTERRA

O 2º. Cristobel aconteceu de 08 a 09 de fevereiro de 2013. Foram duas noites de encontro, celebração e louvor a Jesus Cristo com cerca de 400 pessoas presentes. O lema foi em sintonia ao Cristoval na diocese de Santarém “Se creres verás a glória de Deus” (Jo,11,40).

A Comunidade Anuncia-me animou e pregou durante o evento e uma coordenação local formada por jovens e adultos organizou e realizou com grande desempenho este retiro espiritual em preparação à Quaresma e à Campanha da Fraternidade 2013 em sintonia com a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. De Belterra 14 pessoas fazem parte da delegação da JMJ que irão ao Rio de Janeiro.

QUARESMA: TEMPO DE PENITÊNCIA E CAMPANHA DA FRATERNIDADE

Na quarta-feira dia 13 de fevereiro, fim do Carnaval, marcou-se o inicio da Quaresma. São os 40 dias de jejum e penitência e oração que precedem à festa da Páscoa. Essa preparação existe desde o tempo dos Apóstolos, que limitaram sua duração a 40 dias, em memória do jejum de Jesus Cristo no deserto. Durante esse tempo a Igreja veste seus ministros com paramentos de cor roxa e suprime os cânticos de alegria: O “Glória”, o “Aleluia” e o “Te Deum”.

A Quaresma termina na quarta-feira da Semana Santa. Neste período se realiza a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Nesse tempo santo, a Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade.

Essencialmente, o período é um retiro espiritual voltado à reflexão, onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar o espírito para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa.              Assim, retomando questões espirituais, simbolicamente o cristão está renascendo, como Cristo.

Por que a cor roxa?

A cor litúrgica deste tempo é o roxo que simboliza a penitênica e a contrição. Usa-se no tempo da Quaresma e do Advento.

Nesta época do ano, os campos se enfeitam de flores roxas e róseas das quaresmeiras. Antigamente e até hoje, é  costume cobrir também de roxo as imagens nas igrejas. Na nossa cultura, o roxo lembra tristeza e dor. Isto porque na Quaresma celebramos a Paixão de Cristo: na Via-Sacra contemplamos Jesus a caminho do Calvário.

Qual o significado destes 40 dias?

Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras. Esses períodos vêm sempre antes de fatos importantes e se relacionam com a necessidade de ir criando um clima adequado e dirigindo o coração para algo que vai acontecer.

O Jejum

A igreja propõe o jejum principalmente como forma de sacrifício, mas também como uma maneira de educar-se, de ir percebendo que, o que o ser humano mais necessita é de Deus. Desta forma se justifica as demais abstinências, elas têm a mesma função. Oficialmente, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira Santa.

Pela lei da igreja, o jejum é obrigatório nesses dois dias para pessoas entre 18 e 60 anos. Porém, podem ser substituídos por outros dias na medida da necessidade individual de cada fiel, e também praticados por crianças e idosos de acordo com suas disponibilidades.

O jejum, assim como todas as penitências, é visto pela igreja como uma forma de educação no sentido de se privar de algo e reverte-lo em serviços de amor, em práticas de caridade. Os sacrifícios, que podem ser escolhidos livremente, por exemplo: um jovem deixa de mascar chicletes por um mês, e o valor que gastaria nos doces é usado para o bem de alguém necessitado.

Qual é a relação entre Campanha da Fraternidade e a Quaresma?

                A Campanha da Fraternidade é um instrumento para desenvolver o espírito quaresmal de conversão e renovação interior a partir da realização da ação comunitária, que para os católicos, é a verdadeira penitência que Deus quer em preparação da Páscoa. Ela ajuda na tarefa de colocar em prática a caridade e ajuda ao próximo. É um modo criativo de concretizar o exercício pastoral de conjunto, visando a transformação das injustiças sociais. Este ano o Tema é Fraternidade e Juventude e o lema: “Eis-me aqui , envia-me” Is 6,8

Desta forma, a Campanha da Fraternidade é maneira que a Igreja no Brasil celebra a quaresma em preparação à Páscoa. Ela dá ao tempo quaresmal uma dimensão histórica, humana, encarnada e principalmente comprometida com as questões específicas de nosso povo, como atividade essencial ligada à Páscoa do Senhor.

Quais são os rituais e tradições associados com este tempo?

                As celebrações têm início no Domingo de Ramos, ele significa a entrada triunfal de Jesus, o começo da semana santa. Os ramos simbolizam a vida do Senhor, ou seja, Domingo de Ramos é entrar na Semana Santa para relembrar aquele momento.     Depois, celebra-se a Ceia do Senhor, realizada na quinta-feira Santa, conhecida também como o lava pés. Ela celebra Jesus criando a eucaristia, a entrega de Jesus e portanto, o resgate dos pecadores.

Depois, vem a Sexta-feira da Paixão, também conhecida como Sexta-feira Santa, que celebra a morte do Senhor, às 15h00. Na sexta à noite geralmente é feita uma procissão ou ainda a Via Sacra, que seria a repetição das 14 passagens da vida de Jesus.

No sábado à noite, o Sábado de Aleluia, é celebrada a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal é acesso, resultando as cinzas. O significado das cinzas é que do pó viemos e para o pó voltaremos, sinal de conversão e de que nada somos sem Deus. Um símbolo da renovação de um ciclo. Os rituais se encerram no Domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa, que celebra o Cristo vivo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: