Cuidados para comprar o primeiro notebook

Hoje só o que se fala é comprar notebook em revistas e jornais. A venda de notebooks explodiu no país como nunca havia acontecido antes, os preços despencaram na proporção inversa em que as capacidades dos produtos aumentaram. Então, você finalmente decidiu comprar seu primeiro laptop, mas as dúvidas são muitas: que modelo escolher? Qual máquina se adequa melhor às suas necessidades? O que considerar na hora de fazer a escolha? Reunimos aqui algumas dicas básicas para ajudar você na hora da escolha.

Lista de prioridades

A primeira de todas as providências é a mais básica de todas e tudo que você precisa ter é uma caneta e um papel: faça uma lista das 5  principais coisas que você pretende fazer com o notebook. Essa simples lista vai ajudá-lo sobremaneira a definir qual máquina comprar.

1. Se sua intenção é usar o equipamento para textos, planilhas e internet, por exemplo, não faz sentido comprar um top de linha cujo custo chega próximo aos R$ 10 mil. Um modelo simples, com monitor de 14”, um processador Celeron e mesmo 60 GB de HD são suficientes para suprir suas necessidades pagando um valor adequado às suas necessidades.

2. Logicamente, se você é do tipo que gosta de baixar músicas, aí você pode considerar um HD bem maior, tipo 250 ou mesmo 500 GB. E, de quebra, pode adquirir separadamente um HD externo, que hoje em dia já chega facilmente à casa de 1 TB de capacidade. E$m alguns casos, até mais do que isso.

3. Se a sua prioridade é a economia, fuja da verborragia técnica dos vendedores e negocie uma configuração mais modesta, já que você não planeja editar vídeos em programas devoradores de RAM. Troque um drive DVD+ ou Blu-Ray por um simples gravador de CD/DVD e o valor pode baixar em até uma centena de reais.

3. O processador Pentium M da Intel ajudou a mudar o modo como a duração das baterias era encarada. Você pode até optar por um Mobile Pentium 4, mas o Pentium M é mais veloz e mais econômico para quem optar por um dual-core.

4 .Outra preocupação importante que não pode ser negligenciada é a frequência com que você vai usar o equipamento fora de casa ou do escritório. Se você viaja muito, por exemplo, é interessante pensar em um notebook que substitua o desktop nas longas paradas em hotéis e nos aeroportos. Isso exige máquinas mais potentes, configurações mais parrudas e, quase sempre, um laptop mais pesado.

10 cuidados imprescindíveis

1. Assistência técnica – Computador novinho não quebra. Se você acredita nisso e em Saci e Papai Noel, é bom rever os conceitos quando for adquirir seu laptop. Uma boa garantia (um ano é o mínimo) e assistência técnica em sua cidade são as primeiras coisas a considerar antes da compra. Fabricantes renomados costumam ter uma ampla rede de assistência técnica. Certifique-se disso antes de qualquer decisão de compra.

2. Bateria  ­– Os laptops mais modernos já pesam menos de um quilo, mas isso obviamente tem um preço, que é o sacrifício de algumas funções, como baterias que descarregam mais rápido e até ausência de drive ótico para CD/DVD, por exemplo. Se você não se importar com um peso um pouco maior, entre 2 e 5 quilos,  pode optar por uma bateria com maior duração (os modelos mais novos já prometem até 19h de duração). Assistir um filme em DVD e usar uma rede sem fio são dois grandes devoradores de bateria.

3. Tela – Os laptops mais econômicos costumam vir com telas de 14 ou 15 polegadas, mas já há toda uma geração de ultraportáteis que chegam a 11 polegadas e também os modelos tops com amplas 17 polegadas. Para fãs de games, uma tela widescreen é uma necessidade básica, mas há a opção de utilizar um segundo monitor (conectado ao notebook) para jogos e aplicativos que necessitem de espaço. Nesses casos, uma resolução de tela de 1280 x 800 também é uma necessidade real.

4. Teclado – Esse é um detalhe que muita gente não considera na hora de escolher um notebook. Muitos equipamentos vendidos no mercado brasileiro vêm com um teclado internacional, que traz alguns inconvenientes, como a ausência da letra “Ç”. Prefira os teclados brasileiros, chamados ABNT2, e evite os teclados “econômicos” que possuem as funcionalidades reduzidas

5. Drive ótico – Com a queda de preços dos últimos anos, apenas em opções ultra-econômicas vale a pena um laptop sem leitor/gravador de CD e DVD. Também é interessante observar se o equipamento tem tecnologia Lightscribe, que permite imprimir um rótulo no próprio corpo do CD/DVD, sem usar adesivos. Um drive Blu-Ray também pode ser uma boa idéia se você pretende comprar DVDs com esse formato. 

6. Capacidade – O padrão atual dos HD atuais é um mínimo de 80 GB, que já são suficientes para os usos mais comuns desse tipo de equipamento. Para os que adoram baixar filmes e música na internet, uma boa opção é complementar o laptop com um HD externo, que hoje em dia já estão no mercado com mais de 1 TB de capacidade de armazenamento.

7. Portas – Esse é outro “detalhe” comumente ignorado na hora da compra. Se você gosta de tirar fotos ou passar músicas para seu MP3 Player ou celular, certifique-se de ter pelo menos duas portas USB 2.0, uma de expansão (PCMCIA/PC Card) e rede sem fio, além da rede Ethernet. A tendência é que a nova geração de laptops já venha também com tecnologia 3G, mas enquanto isso não vira padrão do mercado, até o velho modem de linha discada pode ser uma opção na hora que a banda larga dá um apagão.

8. RAM – O desempenho de sua máquina está quase sempre diretamente ligado à quantidade de memória RAM do notebook. Em qualquer caso, em qualquer configuração, quanto mais RAM melhor. Colocar 2 GB é o mínimo adequado para quem vai usar o Vista e 1 GB é mais do que suficiente se você pretende ficar no XP ou mergulhar no Windows 7.

9. Processador – Existem hoje em dia tantas opções que acabam confundindo o usuário. Dualcore e quadcore (em breve, até octacore) já fazem parte da verborragia dos vendedores, porém, quanto maior a capacidade de processamento, maior o preço, o consumo da bateria e até o aquecimento do equipamento.

10. Memória de vídeo – Enquanto você apenas baixa e-mails, atualiza planilhas e escreve textos, a memória de vídeo é um item secundário. A partir do momento que você vai mexer com imagens, aplicativos 3D ou games de última geração,  opte por uma placa de vídeo mais parruda e, quando possível, com memória dedicada.

4 Respostas to “Cuidados para comprar o primeiro notebook”

  1. Cuidados para comprar o primeiro notebook « Ceudeouro's Blog – notebook Says:

    […] https://ceudeouro.wordpress.com/2010/01/30/cuidados-para-comprar-o-primeiro-notebook/Hoje só o que se fala é comprar notebook em revistas e jornais. A venda de notebooks explodiu no […]

  2. Igor Says:

    Pra quem tá procurando Sony e HP, a Eletro 9 tá com uns modelos do fim de 2009 com o preço muito bom.

    O link é http://eletro9.com/computadores-laptops/notebook.html

    Um abraço!

  3. Fabio Santos Says:

    As dicas do post são ótimas!!!

    Tomei bastante cuidado na hora de escolher o meu notebook..

    e comprei um vaio.. acho sensacional o teclado é do tamanho bom a tela tbm.. encontrei por um ótimo preço nesse site aqui http://www.quebarato.com.br/search?q=notebook

    até mais

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: