Hoje 19 de Novembro: Quinta-feira

É o 320º dia do ano. Faltam 45 dias para o término de 2009

ACONTECEU HOJE NA HISTÓRIA

1889 – Decreto cria oficialmente o Dia Nacional da Bandeira. 1967 – Morre o escritor João Guimarães Rosa. 1969 – Pelé marca, na noite anterior, no estadio do Maracanã, seu milésimo gol, na vitória do Santos sobre o Vasco. 1996 – O Papa e o ditador cubano Fidel Castro realizam um encontro histórico no Vaticano..

EVANGELHO DO DIA:  Lc 19,41-44 – Lágrimas sobre Jerusalém.

Jesus está desapontado, decepcionado diante de uma cidade que não entendeu a sua missão de paz. Ele está triste porque os habitantes de Jerusalém não o reconheceram nem o aceitaram, nem o escutaram, e por isso não se converteram. Jesus chora diante daquela cidade.

Consideravam Jesus um impostor, uma espécie de profeta desastrado que anunciava castigos, ameaças e desgraças. Jesus por sua vez anuncia a destruição futura daquela cidade que não lhe foi hospitaleira, pelo menos pela grande parte daqueles que não abriram mão das suas tradições. Não seria necessariamente um castigo de Deus, mas um pequeno puxão de orelhas pela incredulidade e arrogância daquelas pessoas. 

SANTO DO DIA: São Roque González, Santo Afonso Rodrigues e São João de Castillo.

[roque.bmp]Hoje é festa litúrgica dos mártires São Roque González, Santo Afonso Rodrigues e São João de Castillo (os Mártires das Missões), presbíteros e padroeiros da Província do Brasil Meridional e da Cúria Provincial BRM.
Para recordar Os Santos Mártires Roque, Afonso e João foram os primeiros evangelizadores nas terras do Sul do Brasil. Estes três sacerdotes exerceram o seu trabalho missionário junto aos índios Guaranis, no noroeste do Rio Grande do Sul. P. Roque Gonzales era filho de uma família de alta posição social de Assunção, Paraguai. Os padres Afonso Rodrigues e João de Castilho vieram como missionários da Espanha.
Depois de fundar numerosas comunidades cristãs, chamadas Reduções, entre os índios no Paraguai e região missioneira da Argentina, entraram em terras do atual Rio Grande do Sul, onde a 3 de maio de 1626 celebraram a primeira missa em terras gaúchas, na localidade de São Nicolau. Depois de dois anos e meio de intenso trabalho missionário, fundando cinco comunidades, ou reduções, foram mortos por um grupo de índios rebeldes à evangelização, liderados pelo cacique-pagé Nheçu. P. Roque Gonzales e P. Afonso Rodrigues foram mortos na recém fundada redução de Caaró, no dia 15 de novembro de 1628, e o P. João del Castilho dois dias mais tarde, em Assunção do Ijuí.
Um índio ainda catecúmeno que se opôs aos assassinos também foi trucidado junto aos missionários em Caaró: é Cacique Adauto, que um dia talvez poderá ter seu nome acrescentado aos destes mártires canonizados.
Em Caaró, município de Caibaté, se encontra o principal Santuário de veneração dos Santos Mártires, visitado permanentemente por caravanas de romeiros. Ali se realiza cada ano uma grande romaria, no 3º domingo de novembro.
Aos 28 de janeiro de 1934 o Papa Pio XI beatificou os Missionários Mártires, e aos 16 de maio de 1988, em visita ao Paraguai, em Assunção, o Papa João Paulo II os canonizou, isto é, declarou-os Santos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: