Hoje 11 de Novembro: Quarta-feira

É o 313º dia do ano. Faltam 52 dias para o término de 2009

ACONTECEU HOJE NA HISTÓRIA

1904 – A população do Rio de Janeiro se mobiliza em protesto à vacinação obrigatória contra varíola imposta por Oswaldo Cruz. 1918 – O fim da Primeira Guerra Mundial na Europa com a rendição da Alemanha. 1930 – O Congresso Nacional é dissolvido e todos os estados, exceto Minas Gerais, sofrem intervenção federal. 1975 – O país de Angola se torna independente de Portugal.

EVANGELHO DO DIA: Lc 17,11-19  – Onde estão os nove?

Esta narrativa de cura dos dez leprosos é exclusiva do evangelista Lucas. Fica em destaque o fato de que, dentre os dez curados, apenas um, que era samaritano, volta a Jesus glorifi cando a Deus, mostrando seu reconhecimento. Era um excluído pela religião oficial do judaísmo.

O significado essencial da salvação é o encontro e a comunhão com Deus. A gratidão é um dos sentimentos que mais nos aproximam das pessoas e de Deus. Ela nos move à oração e à comunicação dos bens recebidos a nossos irmãos, em ações de graça.

O SANTO DO DIA: São Martinho de Tours.

Mostra immagine a dimensione interaMartinho nasceu na Hungria, antiga Panônia, por volta do ano 316, e pertencia a uma família pagã. Seu pai era comandante do exército romano. Por curiosidade começou a freqüentar uma Igreja cristã, ainda criança, sendo instruído na doutrina cristã, porém sem receber o batismo. Ao atingir a adolescência, para tê-lo mais à sua volta, seu pai o alistou na cavalaria do exército imperial. Mas se o intuito do pai era afastá-lo da Igreja, o resultado foi inverso, pois Martinho continuava praticando os ensinamentos cristãos, principalmente a caridade. Depois, foi destinado a prestar serviço na Gália, atual França.

Foi nessa época que ocorreu o famoso episódio do manto. Um dia, um mendigo que tiritava de frio pediu-lhe esmola e, como não tinha, o cavalariano cortou seu próprio manto com a espada, dando metade ao pedinte. Durante a noite, o próprio Jesus apareceu-lhe em sonho usando o pedaço de manta que dera ao mendigo e agradeceu a Martinho por tê-lo aquecido no frio. Dessa noite em diante, ele decidiu que deixaria as fileiras militares para dedicar-se à religião.

“Senhor, se o vosso povo precisa de mim, não vou fugir do trabalho. Seja feita a vossa vontade”, dizia Martinho, bispo de Tours, aos oitenta e um anos de idade. Ele despertou para a fé quando ainda menino e depois, mesmo soldado da cavalaria do exército romano, jamais abandonou os ensinamentos de Cristo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: