Sínodo especial para a África

Sinodo AfricanoBento XVI presidiu neste Domingo à celebração de abertura do II Sínodo especial para a África, juntando mais de 250 Bispos, para além de representantes e especialistas convidados, de todo o mundo.

Na homilia proferida durante a Missa, na Basílica de São Pedro, o Papa falou de África como um “imenso pulmão espiritual para toda a humanidade”, mas alertou para as “patologias” que o ameaçam, o materialismo e o fundamentalismo religioso.

“A África representa um imenso pulmão espiritual para uma humanidade que parece em crise de fé e de esperança. Mas também este pulmão pode adoecer. E neste momento há pelo menos duas patologias que o estão a afectar: antes de mais, uma doença já difusa no mundo ocidental, isto é, o materialismo prático, combinado com o pensamento relativista e niilista”, apontou.

Bento XVI considerou “indiscutível o facto de o chamado «primeiro» mundo ter exportado, e continuar a exportar resíduos tóxicos espirituais, que contagiam as populações de outros continentes, em especial as populações africanas”.

O Sínodo especial para a África iniciou neste dia 05 e prossegue ate o dia 25 de outubro.

Fonte. Agencia Ecclesia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: