Casa ‘verde’ que respeite a Natureza

Inovação e criatividade para melhorar a qualidade de vida do planeta. Isso é, em síntese, sustentabilidade. E para que uma casa seja construída com base nesse conceito, deve apresentar economia de energia e água, conforto ambiental, reciclagem e reúso de materiais e salubridade – uso de materiais com baixos índices de compostos orgânicos voláteis.

Para quem quer aderir à ideia eis 12 propostas 

Quem quer ter uma postura mais sustentável em casa precisa tomar alguns cuidados. Julio Erthal, gerente da empresa SustentaX, enumera 12 questões importantes:

1) Selecionar equipamentos como geladeira e ar-condicionado com fluidos refrigerantes sem CFC, HCFC e halons – compostos cuja emissão causam dano à camada de ozônio

2) Economizar energia, comprando produtos com selo Procel com nível A na “Etiqueta de conservação de Energia INMETRO”, desenvolvida pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica que indica níveis de eficiência energética

3) Dar preferência a lâmpadas fluorescentes ou leds, que apresentam baixo consumo de energia

4) Buscar a segmentação da iluminação, evitando que um só interruptor acenda tudo

5) Economizar água instalando válvulas de descarga com duplo fluxo (de 3 e 6 litros), para líquidos e sólidos. É aconselhável instalar também torneiras com sensor na pia do banheiro

6) Optar por prédio que faz a separação e a destinação correta dos resíduos, incluindo a do óleo de cozinha e nunca utilizar sacos de plásticos

7) Exigir dos fornecedores de madeira o Documento de Origem Florestal (DOF), emitido pelo IBAMA, e o selo de manejo florestal Forest Stewardship Council (FSC)

8). Dar preferência a produtos regionais, para evitar o transporte, o que reduziria a emissão de gases de efeito estufa e estimularia a economia local

9) Utilizar lâmpadas com baixo teor de mercúrio, substância altamente prejudicial à saúde e ao meio ambiente

10) Comprar tintas, vernizes, colas, selantes, compensados, pisos e laminados com baixos índices de compostos orgânicos voláteis – poluentes emitidos no processo de fabricação desses produtos

11) Buscar projetos que tenham ventilação cruzada, com entrada e saída diferentes do ambiente, favorecendo o trânsito de ventos e a renovação do ar, o que garante o conforto térmico do imóvel.

12) Escolher projetos que trabalham a orientação solar, aproveitando ao máximo a iluminação natural ao longo do dia. Isso evita com que a luz seja acesa sem necessidade.

Fonte: AgênciaEstado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: